quinta-feira, 11 de março de 2010

Cataldi: Cidadão Taubateano

2 comentários:

  1. Boa tarde, estive em uma loja da Camisaria Colombo, no início de julho deste ano, onde solicitei um Cartão da loja, o funcionário após solicitar minha identidade, CPF e fazer a pesquisa no computador, me informou que meu crédito não foi aprovado dando-me em seguida um cartão com o número 4004-5757 para que eu verificasse o motivo de ter minha solicitação negada, ao ligar, fui informado que estava sendo atendido pela Financeira Lozango, Administradora do Cartão Colombo, após explicar o ocorrido à atendente fui informado que não possuia nenhuma restrição junto a Financeira nem ao SPC e SERASA, não havendo motivo para tal recusa, compareci novamente na loja no final de julho, onde tive a minha solicitação negada diante de familiares e outras pessoas, o que me causou grande constrangimento, a gerente da loja, me atendeu muito bem e me mostrou que ao lançar meu CPF no sistema o meu CPF era negado, entrei em contato com o chat da Camisaria Colombo e me informaram que o problema era da loja, o que não é verdade, pois a gerente foi muito gentil, e teve grande boa vontade em resolver esta humilhação que eu passei diante de várias pessoas, espero que revejam a minha situação para que eu não busque na justiça outra forma de reparar minha imagem manchada pela Camisaria Colombo.
    Fiz uma reclamação no Site Reclame Aqui e obtive a seguinte resposta da Colombo através da Lozango:
    Em atenção ao seu contato no site ?Reclame Aqui?, esclarecemos que utilizamos um procedimento de análise e avaliação de toda nova proposta de financiamento, cartão e empréstimo, seguindo a legislação do Banco Central e regras de política interna do Grupo HSBC.
    Os sistemas de concessão de crédito utilizam diversos critérios para a decisão. E no momento da análise da proposta em questão, a mesma não atingiu os critérios internos requisitados para a aprovação.
    Diante disto fiz a seguinte réplica:
    Nós cidadãos brasileiros, temos o direito de saber qual é a legislação do Banco Central que a Camisaria Colombo alega estar seguindo, bem como as regras de política interna do Grupo HSBC, uma vez que, os sistemas de concessão de crédito segundo a Empresa, utilizam diversos critérios para a decisão. E no momento da análise da proposta em questão, a mesma não atingiu os critérios internos requisitados para a aprovação, Quais são os critérios para que eu possa apresentá-los ao IDEC ou a ABRADECON?, não mais obtive respostas por parte da Empresa, assim sendo pergunto: o Banco Central do Brasil intervém nos casos de solicitação de cartões de crédito estando o cidadão com o nome SEM RESTRIÇÂO, e qual é a legislação alegada pela Lozango, agradeço.
    Edmilson Maranhão Costa

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, estive em uma loja da Camisaria Colombo, no início de julho deste ano, onde solicitei um Cartão da loja, o funcionário após solicitar minha identidade, CPF e fazer a pesquisa no computador, me informou que meu crédito não foi aprovado dando-me em seguida um cartão com o número 4004-5757 para que eu verificasse o motivo de ter minha solicitação negada, ao ligar, fui informado que estava sendo atendido pela Financeira Lozango, Administradora do Cartão Colombo, após explicar o ocorrido à atendente fui informado que não possuia nenhuma restrição junto a Financeira nem ao SPC e SERASA, não havendo motivo para tal recusa, compareci novamente na loja no final de julho, onde tive a minha solicitação negada diante de familiares e outras pessoas, o que me causou grande constrangimento, a gerente da loja, me atendeu muito bem e me mostrou que ao lançar meu CPF no sistema o meu CPF era negado, entrei em contato com o chat da Camisaria Colombo e me informaram que o problema era da loja, o que não é verdade, pois a gerente foi muito gentil, e teve grande boa vontade em resolver esta humilhação que eu passei diante de várias pessoas, espero que revejam a minha situação para que eu não busque na justiça outra forma de reparar minha imagem manchada pela Camisaria Colombo.
    Fiz uma reclamação no Site Reclame Aqui e obtive a seguinte resposta da Colombo através da Lozango:
    Em atenção ao seu contato no site ?Reclame Aqui?, esclarecemos que utilizamos um procedimento de análise e avaliação de toda nova proposta de financiamento, cartão e empréstimo, seguindo a legislação do Banco Central e regras de política interna do Grupo HSBC.
    Os sistemas de concessão de crédito utilizam diversos critérios para a decisão. E no momento da análise da proposta em questão, a mesma não atingiu os critérios internos requisitados para a aprovação.
    Diante disto fiz a seguinte réplica:
    Nós cidadãos brasileiros, temos o direito de saber qual é a legislação do Banco Central que a Camisaria Colombo alega estar seguindo, bem como as regras de política interna do Grupo HSBC, uma vez que, os sistemas de concessão de crédito segundo a Empresa, utilizam diversos critérios para a decisão. E no momento da análise da proposta em questão, a mesma não atingiu os critérios internos requisitados para a aprovação, Quais são os critérios para que eu possa apresentá-los ao IDEC ou a ABRADECON?, não mais obtive respostas por parte da Empresa, assim sendo pergunto: o Banco Central do Brasil intervém nos casos de solicitação de cartões de crédito estando o cidadão com o nome SEM RESTRIÇÂO, e qual é a legislação alegada pela Lozango, agradeço.
    Edmilson Maranhão Costa

    ResponderExcluir